Buscar
  • Camile Just

Sobre a ansiedade de ter status e riqueza



Sem frases complexas ou raciocínios abstratos, o filósofo suíço Alain de Botton popularizou a filosofia com seus livros, focado nos problemas do cotidiano.


Conhecido como "o filósofo da vida cotidiana", ele ainda é fundador da The School of Life (Inglaterra), instituição voltada a novas visões sobre a educação.


Em seu TEDx “Uma filosofia de sucesso mais bondosa e delicada”, Alain fala sobre a ansiedade de ter status e riqueza, e da frustração que isso causa quando o sucesso não é alcançado.


Segundo ele, as crises de carreira não é algo meramente pessoal, pois vivemos uma época em que nossas vidas são regularmente marcadas por elas.


Ele considera que à todo tempo existem pessoas nos dizendo que podemos conquistar tudo o que queremos: basta visitar a


seção de auto ajuda nas livrarias.


Mas que há uma correlação entre uma sociedade que diz que podemos conquistar tudo e a baixa auto estima.


Com o intuito de relativizar o valor do sucesso, afastando esse conceito dos limites da simples recompensa financeira, o autor aponta cinco causas responsáveis pelo desejo de subir na vida a qualquer preço:

  • A expectativa elevada à respeito de suas metas cria um abismo entre as coisas que quero pra mim e a realidade, e isso pode divergir dolorosamente.



  • O paradoxo do sucesso material: à medida que a sociedade se torna mais bem sucedida, as expectativas das pessoas aumentam e, por isso, elas vão se tornando mais frustradas.


  • O esnobismo depreciativo, que ele também chama de ‘esnobismo emprego’: para ele, a clássica pergunta “o que você faz”, pode fazer a pessoa se interessar por você ou te ignorar.


  • A busca por status: determinadas conquistas materiais podem demonstrar uma falta de relações mais amorosas que forneçam sustentação emocional, que são compensadas por bens materiais.




  • A meritocracia: traduz uma falsa crença de se você tem energia, talento e habilidades, chegará ao topo, sem levar em consideração que as circunstâncias de vida de cada um são diferentes.

5 visualizações0 comentário